Acesso ao webmail
PENSANDO
EM VOCÊ

Juntos em sua caminhada

Temos sempre um produto ideal para o crescimento do seu negócio. Conheça nossas opções de financiamento:

Compartilhe

Compartilhar no facebook Compartilhar no whatsapp Compartilhar no twitter Compartilhar no Linkedin

Editais de fomento ao micro e pequeno negócio mudam a realidade de alagoanos

Recursos não reembolsáveis estimulam o crescimento de microempresários do Estado


Editais de fomento ao micro e pequeno negócio mudam a realidade de alagoanos

Lívia Vasconcelos (Ascom Seplande)

O secretário de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico, Luiz Otavio Gomes, esteve reunido, na manhã desta quarta-feira (2), com o diretor de Desenvolvimento e Projetos da Desenvolve – Agência de Fomento de Alagoas, Fábio Leão. Também presidente do Conselho de Administração do órgão, o secretário teve a oportunidade de acompanhar o andamento de alguns projetos tocados pelo grupo, como os editais de Convocatória para Apoio às Microindústrias de Alagoas e o de Apoio aos Arranjos Produtivos Locais (APLs) de Baixa Renda.

Assinado no último mês de setembro, o edital de apoio às microindústrias de Alagoas, resultado de um convênio entre a Desenvolve e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), reúne 11 empresas que receberam recursos não reembolsáveis. Para o seu fortalecimento industrial, cada empresa recebeu cerca de R$ 60 mil, o que resulta em um somatório de mais de R$ 650 mil. A medida conta com o apoio da Secretaria de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico (Seplande) e da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea).

Segundo o secretário Luiz Otavio Gomes, é através desse tipo de medida que o empresariado de pequeno e médio porte pode encontrar o caminho para a evolução de suas técnicas. “O mais relevante desse tipo de edital é que nós não estamos buscando um aporte financeiro que termine no desembolso desse dinheiro. Uma análise técnica é realizada antes, e os projetos mais interessantes são escolhidos, o que demonstra o comprometimento em relação ao bem estar desse segmento. O empresariado encontra aqui um estímulo para crescer mais e melhor”, explica.

Entre os projetos aprovados constavam ideias de inovação ambiental, como a da Cerâmica Nossa Senhora Aparecida LTDA, localizada na zona rural de Penedo, que visa melhorias no processo produtivo nas etapas de secagem, enfornamento e queima das cerâmicas. Com o recurso do projeto, a empresa vai poder adquirir equipamentos e treinamento parar alcançar a melhoria almejada, e reduzir assim a queima de madeira e outros materiais nos fornos,utilizando material reciclável para a geração dessa energia.

Outro assunto em pauta foi o desenrolar dos recursos aplicados nos 15 projetos contemplados pelo edital de apoio aos APLs de baixa renda. Lançado em janeiro de 2011, a iniciativa contemplou aglomerados produtivos que visam o incremento da produção, geração de renda e articulação com o mercado. Os recursos não reembolsáveis do Edital fecharam em um valor total de R$ 5 milhões e são 50% provenientes do Fundo de Erradicação e Combate à Pobreza do Estado de Alagoas (Fecoep) e 50% do Fundo Social do BNDES.

Recentemente foi diagnosticado um problema em relação à construção da casa de farinha turística na Associação dos Trabalhadores Rurais do Assentamento Dandara, que logo foi solucionado pelos envolvidos no edital. Uma equipe da Desenvolve esteve in loco para oferecer o suporte necessário aos contemplados.

“Algumas associações encontraram gargalos no decorrer das construções, como foi o caso do assentamento Dandara, que sofreu um abandono por parte da construtora que não cumpriu efetivamente o contrato. Estivemos lá e encontramos uma solução para eles, agora falta muito pouco para o fim”, explicou Fábio Leão.

Retomadas na mesma semana da visita técnica, no mês passado, a meta é concluir a construção da casa de farinha até o inicio de dezembro. Um projetista foi contratado para dar celeridade a construção, mais de 70% efetuada.

O diretor lembrou ainda outra selecionada que já está em fase de conclusão de seu projeto. “A Cooperativa de Turismo Rural de Penedo Ltda, de Penedo, está estruturando um espaço turístico e até dezembro deve efetuar a aquisição de materiais que fazem parte da sua contrapartida para poder finalizar o convênio”, concluiu Fábio Leão.

Desenvolve

Cadastre-se em nossa newsletter

Preencha os campos e passe a receber nossas novidades

NOSSOS
PARCEIROS